Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Google lança pesquisa social

Nova capacidade vai permitir acesso a resultados obtidos nas suas redes sociais, assim como álbuns de fotografias partilhados, blogues e outros.

Carlos Afonso Monteiro (www.expresso.com)

Numa tentativa de melhorar a experiência do seu motor de busca, a Google vai permitir aos seus utilizadores criarem um perfil que lhes permita incluir nas suas buscas informação relevante encontrada nas suas redes sociais.

Esta funcionalidade tem o nome de 'Social Search' (busca social), e até agora estava disponível apenas no site Google Labs, onde a empresa realiza experiências e testa os seus novos programas.

A empresa anunciou no seu blogue que a busca social vai passar a estar disponível no Google.com e que os utilizadores a poderiam utilizar em inglês, através de uma versão beta.

A iniciativa já tinha sido anunciada no ano passado na conferência Web 2.0, em São Francisco, e trata-se de uma aposta da Google que visa permitir a personalização dos seus serviços.

Como funciona a 'pesquisa social'

Para utilizar, o serviço a empresa sugere que o utilizador crie uma conta no Google que pode ser preenchida com informação das suas redes sociais, partilhas de fotos, adereços de blogues e outras informações semelhantes. Ao ligar-se a esta conta, a pesquisa passa a incluir no fundo do ecrã os resultados das suas redes sociais.

Um bom exemplo será fazer uma busca com a palavra 'Londres'. Para além de receber os resultados convencionais, vai ter acesso a informação sobre pessoas das suas redes sociais que vivam em Londres ou que publicaram algum tipo de ficheiro ou informação que remeta para a capital inglesa.

Se, por outro lado, fizer uma pesquisa no Google Images com as palavras 'Cristiano Ronaldo', as fotos dos seus amigos com os nomes Cristiano ou Ronaldo vão aparecer no fundo do ecrã, na secção dos resultados da busca social.

Alargar os resultados

Esta é mais uma aposta da Google na sua principal área de domínio, a pesquisa da Internet, que recentemente já havia sido expandida quando a empresa começou a integrar, em tempo real, resultados relevantes do Twitter nas suas buscas.