Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Forte adesão à greve da Scotturb na véspera e dia de Natal

Adesão à greve da Scotturb, nos dias 24 e 25, rondou os 90%, segundo a Federação de Sindicato de Transportes e Comunicações (Fectrans). Números oficiais serão divulgados após o terceiro dia de greve, a 1 de janeiro.

Os trabalhadores da transportadora rodoviária Scotturb, que opera em Cascais, Oeiras e Sintra, consideram ter havido uma "boa participação geral" nos dois dias de greve cumpridos na quarta e na quinta-feira. A Scotturb representa um universo de cerca de 250 motoristas. 

Luís Venâncio, da Federação de Sindicato de Transportes e Comunicações (Fectrans), disse esta sexta-feira à agência Lusa que os números oficiais só serão divulgados depois de ser cumprido o terceiro dia de greve convocado, a 1 de janeiro.

"Para já, o que sabemos é que houve uma boa participação geral, sobretudo no concelho de Cascais, onde atingimos uma adesão de 90% dos motoristas", revelou.

Já na quinta-feira, Luís Venâncio disse que a Scotturb praticou horários de domingo e que, por isso, "os motoristas necessários eram significativamente menos".

"Contamos fazer um balanço dos dias todos, mas só após o dia 1 de janeiro, dia em que vamos cumprir o terceiro dia de greve. Até lá, esperamos que a empresa contribua para a resolução dos problemas", acrescentou.

Os trabalhadores da Scotturb exigem aumentos salariais e melhores condições de trabalho. Segundo Luís Venâncio, querem que sejam "respeitados os tempos máximos e mínimos de prestação de trabalho", não permitindo tempos excessivos seguidos, que "vão contra as normas de segurança".

Ainda não foram obtidos esclarecimentos por parte da empresa.