Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Em defesa do lince ibérico: há novos sinais nas estradas alentejanas

Os novos sinais de trânsito alertam para a necessidade de redução da velocidade nas estradas do concelho de Mértola, na eventualidade de algum lince ibérico decidir atravessar a via

José Caria

Triângulos com a cabeça estilizada de um lince alertam os condutores para o perigo de poderem cruzar-se com algum destes felinos no futuro.

Carla Tomás (texto) e José Caria (fotos)

Ainda não constam do Código da Estrada, mas já estão homologados. São os novos sinais de trânsito que alertam para a necessidade de reduzir a velocidade nas estradas do concelho de Mértola, na eventualidade de algum lince ibérico decidir atravessar uma destas estradas.

O atropelamento tem sido uma das principais causas de mortandade do felino mais ameaçado do mundo em terras espanholas, onde estes sinais também têm sido reforçados.

'Jacarandá', uma fêmea nascida no centro de reprodução em cativeiro de Silves, e 'Katmandu', um macho oriundo de um centro de Granadilla, em Espanha, serão os primeiros dois exemplares desta espécie em risco crítico de extinção a serem libertados em habitat natural em Portugal.