Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Dorothy Height ( 1912-2010)

Morreu, de causa natural, a voz feminina do movimento pelos direitos civis nos EUA Dorothy Height tinha 98 anos.

Dorothy Irene Height, a principal voz feminina do movimento pelos direitos civis nos Estados Unidos durante os anos 1960 e uma das participantes das marchas históricas lideradas por Martin Luther King Jr., morreu hoje. 

A ativista, que liderou o Conselho Nacional das Mulheres Negras durante quatro décadas (1957-1997), morreu no Hospital Howard University, em Washington, onde estava internada há algum tempo. 

Em comunicado, o Presidente norte-americano, Barack Obama, considerou Dorothy Height como a "madrinha do movimento pelos direitos civis" e uma heroína para muitos americanos. 

Mulher de peso

Barack Obama disse ainda que a ativista foi a única mulher a integrar a liderança do movimento e testemunhou "cada marcha e cada acontecimento". 

Entre os anos 1950 e 1960, Dorothy Height foi uma das mentoras do movimento liderado por Martin Luther King Jr.  Em 1963, Height estava a poucos metros de distância de Luther King no Lincoln Memorial, em Washington, quando o líder histórico proferiu o célebre discurso "I have a dream" ("Eu tenho um sonho"). 

Dorothy Height foi agraciada, em 1994, com a medalha presidencial da Liberdade, que foi atribuída pelo então Presidente Bill Clinton. 

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.