Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Dentro de três anos é o carro que chama o 112

  • 333

O regulamento que obriga à instalação do "eCall" nas viaturas ligeiras e comerciais foi esta terça-feira aprovado pelo Parlamento Europeu, em Estrasburgo

ERIC LALMAND/AFP/Getty Images

"eCall" é o nome do novo dispositivo de emergência que todos os veículos à venda na União Europeia vão passar a ter dentro de três anos.

Carla Tomás, em Estrasburgo *

A partir de 1 de abril de 2018, os novos veículos ligeiros e comerciais à venda na União Europeia terão de estar equipados com um sistema eletrónico gratuito, que liga automaticamente para o número de emergência 112 em caso de acidente. O regulamento que obriga à instalação do "eCall" nas viaturas ligeiras e comerciais foi esta terça-feira aprovado pelo Parlamento Europeu, em Estrasburgo.



"Este sistema vai permitir acionar um alarme para o 112, indicando onde está o carro localizado e quantos passageiros transporta, o que permite reduzir tempos de espera e pode significar a diferença entre a vida e a morte", afirma Carlos Coelho, o eurodeputado português (PSD) que foi "relator sombra" da iniciativa.



O dispositivo permite reduzir os tempos de espera dos sinistrados em 45% a 60% e reduzir cerca de 2500 mortes por ano nas estradas europeias, estimam os eurodeputados.



O regulamento foi já acordado com os respetivos governos nacionais, de modo a estabelecer os requisitos para "a homologação CE". As regras, já aprovadas deverão permitir que o mecanismo esteja operacional até outubro de 2017.



Para salvaguardar os dados pessoais dos condutores, foram introduzidas regras que obrigam a que a informação disponível sobre o condutor e a localização seja a mínima possível e possa ser apagada regularmente de forma automática, sendo só permitida a retenção das últimas três localizações.

Para aqui chegar foram necessários "12 anos de espera", indica Carlos Coelho, já que "foi necessário conciliar muitas vontades".

* A convite do Parlamento Europeu