Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Demite-se diretor-geral da Autoridade Tributária e Aduaneira

  • 333

António Brigas Afonso apresentou esta quarta-feirta o seu pedido de demissão, que foi aceite pela tutela, informa o Ministério das Finanças em comunicado.

O pedido de demissão de António Brigas Afonso, sobre o qual não são conhecidos, para já, mais detalhes acontece um dia depois de a Procuradoria-Geral da República (PGR) ter anunciado estar a recolher informação sobre a existência de uma eventual lista de contribuintes VIP na Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), com o objetivo de avaliar se vai dar início a algum procedimento.

Na segunda-feira, o Ministério das Finanças anunciou também ter solicitado à Inspeção-Geral de Finanças (IGF) a abertura de um inquérito sobre a existência desta lista na AT, explicando que este inquérito surgiu "tendo em conta notícias vindas recentemente a público".

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI), Paulo Ralha, a referida lista de contribuintes VIP existe e foi o chefe de divisão dos serviços de auditoria da Autoridade Tributária e Aduaneira que informou os trabalhadores da sua existência, numa ação de formação para 300 inspetores tributários.

António Brigas Afonso desmentiu ter recebido "qualquer tipo de lista da parte do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais", Paulo Núncio, tal como noticiou a revista Visão.



O diretor-geral demissionário foi escolhido pelo Governo, há menos de um ano, para suceder a José Azevedo Pereira na direção da AT, sendo a gestão tributária dos impostos especiais sobre o consumo uma das suas áreas de investigação, a par com o direito aduaneiro.