Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Carlos Santos Ferreira: o controlado

O presidente do Millennium bcp tem uma letra adquirida, ou seja: construiu a sua caligrafia por não gostar do modelo anterior, comportamento que em grafologia quer dizer que haveria algo que não gostava em si próprio porque a mudança da letra tem que ver com mudanças da pessoa. explica a grafóloga Margarida Barros Rodrigues.

A letra de Carlos Santos Ferreira é uma letra próxima da caligrafia que aprendemos inicialmente ou da que experimentamos na adolescência.

O facto de ser uma letra homogénea indicia coesão interior, prudência e reflexão de alguém que tem a emotividade muito controlada e avança sempre sem riscos.