Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Baterias de energia solar em sua casa? A Tesla promete mudar o mundo

  • 333

David McNew / AFP / Getty Images

Pode ser a invenção mais importante em décadas no seu campo: armazenar em casa energia solar. Funciona? A Tesla garante que sim. E se sim, a ficção científica passa a ser realidade científica.

Expresso

Há muitos anos que se procura sem sucesso descobrir uma forma de armazenar energia solar. Até agora. A Tesla, empresa americana que desenvolve automóveis elétricos para os Estados Unidos, Europa e Ásia, acaba de apresentar um produto que promete ser revolucionário: uma bateria que permite armazenar energia solar na indústria, em empresas, nas casas. A bateria cabe numa garagem e será posta à venda no próximo ano por 3.500 dólares.

Desde sexta feira que a notícia marca o mundo da energia, mas para já a maioria dos títulos de jornais internacionais não assume a infalibilidade da invenção. "Tesla apresenta bateria que mudará estrutura energética do mundo", anunciava a agência AFP na sexta. "Vai a Powerall da Tesla agitar a indústria da energia solar?", perguntava a Techgenmag.

Powerall é o nome da bateria e é "filha" da tecnologia usada pela Tesla em veículos. Trata-se de uma bateria recarregável de lítio-íon, estará ligada à Internet e poderá ser acedida pela própria Tesla de forma remota. Cada casa poderá somar até nove baterias em sua casa. Com dimensões semelhantes a uma televisão presa na parede, a Powerall está ligada a painéis solares colocados por exemplo no telhado. E permite, assim, usar a energia solar (uma fonte renovável) por exemplo de noite.

A produção em massa começa no final do ano e a venda nos Estados Unidos será feita a partir do próximo ano, por 3.500 dólares. Só depois a comercialização será expandida para a Europa, tendo já o mercado alemão sido apontado como chave na exportação da Tesla.

"O Powerwall vem em ciclos semanais de 10 quilowatts-hora (kWh) e em modelos de ciclos diários de 7 kWh, ambos garantidos por 10 anos e suficientes para abastecer a maioria das casas durante o horário de pico de consumo de energia no período da tarde", explicou o jornalista da AFP presente na conferencia de impressa de apresentação.

Várias empresas têm vindo a desenvolver e a investigar projetos semelhantes, mas a Tesla foi a primeira a anunciar desta forma. Elon Musk, o milionário que lidera a empresa, tem vindo a ganhar protagonismo precisamente pelo caráter inovador dos seus projetos. Sediada na Califórnia, a Tesla anunciou no ano passado a construção no Nevada daquela que será a maior fábrica do mundo de baterias lítio-íon, am parceria com a japonesa Panasonic.