Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Atrair alunos estrangeiros pode render mais que exportar vinho

Exportação do ensino superior é cada vez mais uma aposta das universidades.

O número de alunos estrangeiros a estudar em Portugal tem aumentado nos últimos anos e se a tendência se mantiver as receitas em propinas, alojamento, transporte e refeições podem ultrapassar o valor das exportações de vinho.

A qualidade de vida, os custos competitivos e a reputação internacional já atingida por algumas escolas portuguesas favorecem a aposta na exportação de ensino superior. O exemplo australiano, onde o ensino superior já é a segunda maior indústria exportadora, é um exemplo que pode ser seguido, dizem os especialistas. 

Leia mais na edição deste sábado do Expresso.