Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

A gripe acabou. Para já

  • 333

A última época gripal obrigou lotou vários hospitais em todo o país, com as macas a serem espalhadas pelos corredores dessas unidades

José Carlos Carvalho

Direção-Geral da Saúde garante que o "período epidémico da gripe já terminou". Com a progressiva partida do vírus, a mortalidade regressou aos valores esperados.

Os portugueses já podem respirar de alívio: os vírus da gripe estão de partida. O diretor-geral da Saúde, Francisco George, adianta ao Expresso "que o período epidémico da gripe já terminou".

"A taxa de incidência apresenta tendência decrescente e encontra-se já abaixo da zona basal de atividade gripal, pela segunda semana consecutiva", explica Francisco George. 

Com a redução do número de vírus em circulação e com a progressiva perda de agressividade, o número de mortes acima do esperado também diminui. "Já está nos valores considerados normais de mortalidade para época", conclui o mesmo responsável.

Em fevereiro deste ano, morreram em Portugal 11.296 pessoas, mais 1796 do que no mesmo mês de 2014. Os doentes atingidos pelas formas mais graves de gripe foram sobretudo idosos. Este ano, ainda assim, teve a maior taxa de vacinação contra os vírus. Mais de 1,5 milhões de portugueses acima dos 60 anos foram imunizados gratuitamente.