Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

GNR detém cinco mulheres suspeitas de dezenas de roubos a residências

Força policial referiu que a investigação decorria desde maio e que as detidas estão acusadas de duas dezenas de roubos e furtos em residências

A GNR de Viseu deteve na quarta-feira cinco mulheres, com idades entre os 40 e os 45 anos, suspeitas de dezenas de roubos e furtos em residências em diferentes zonas do país, foi nesta quinta-feira anunciado.

Em comunicado, aquela força policial referiu que a investigação decorria desde maio e que as detidas estão acusadas de "duas dezenas de roubos e furtos em residências nos concelhos no sul do distrito de Viseu, entre muitos a nível nacional". Segundo a GNR, foi dado cumprimento a dez mandados de busca e detenção, dos quais cinco relativos a buscas domiciliárias e cinco em veículos.

As mulheres foram detidas em São João da Talha (Loures) e Póvoa de Santa Iria (Vila Franca de Xira), distrito de Lisboa.
Da operação, que contou com a colaboração da PSP em Lisboa, resultou a detenção das cinco suspeitas e a "apreensão de 135 artigos em ouro, cinco doses de haxixe, 2.240 euros e 185 escudos (moeda antiga)".

Foram ainda apreendidos 12 relógios, quatro telemóveis, uma máquina fotográfica digital, uma consola de jogos, um tablet, uma coluna de som amplificada, uma espingarda de ar comprimido e um bastão em madeira. A GNR acrescentou que as detidas têm antecedentes criminais pelo mesmo ilícito.

Após terem sido presentes no Tribunal Judicial de Viseu, duas ficaram em prisão preventiva e às restantes foi decretada a medida de coação de apresentações semanais no posto policial da sua área de residência.