Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Guarda. Relógio de sol colocado na Encosta do Tempo

A peça, assinada por António Saraiva, um arquiteto da Guarda e recente vencedor de um concurso nos Estados Unidos, foi inaugurada no âmbito do quinto aniversário do projeto da Cápsula do Tempo Guarda 2050

Tem dois metros de altura, 1,20 metros de largura, 50 centímetros de espessura e uma base de granito de três toneladas. O novo relógio de sol da Guarda, inaugurado no âmbito do quinto aniversário do projeto da Cápsula do Tempo Guarda 2050, é de aço corten e está virado a Sul como mandam as regras.

A peça é assinada por António Saraiva, um arquiteto da Guarda e vencedor de um concurso em Newark, nos Estados Unidos, graças a um monumento em homenagem aos veteranos de guerra luso-americanos. A ideia de Saraiva mistura “um objeto de medição do tempo que vem da antiguidade, o relógio de sol, em conjugação com um objeto que se tornou usual e de utilização pessoal e quotidiana, o relógio de pulso”, explica.

Luís Celínio, presidente do Clube Escape Livre, valoriza a estética. “O relógio de sol instalado na Encosta do Tempo não assinala apenas o quinto aniversário da Cápsula do Tempo, mas pretende também ser mais um contributo para a cidade, através do enriquecimento e embelezamento da encosta. Sabemos que é um espaço que em 2017 foi visitado por quase 22 mil pessoas, número que regista crescimento de ano para ano, e que com este relógio de sol ganha novo interesse.”