Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

80% das ofertas de emprego para licenciados pagam menos de €1000

Marcos Borga

A economia, o custo de vida e as rendas crescem, mas os baixos salários não. Há arquitetos a receber o mesmo que serventes e professores pagos como jardineiros

Sofia Miguel Rosa

Sofia Miguel Rosa

Jornalista infográfica

Uma empresa em Lisboa está à procura de um arquiteto, que saiba fazer planos de negócio e assumir um papel de liderança. Tem de ter “versatilidade de horários” para “tarefas variadas de carácter turístico”. Outra empresa em Braga procura um servente da construção civil com o 4º ano. Ao arquiteto são oferecidos €580 sem subsídio de alimentação, enquanto que ao servente são propostos €600 brutos, mais cinco por dia para refeições.

Os dois anúncios são reais e estão atualmente disponíveis no site do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). Apesar do crescimento da economia e do aumento do emprego, 79% das ofertas de trabalho para licenciados publicadas entre janeiro e maio oferecem menos de mil euros brutos.

Leia mais na edição em papel do Expresso.