Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Operação de busca no rio Minho reforçada durante a tarde

A operação de busca e resgate de um pescador desaparecido no rio Minho, em Alvaredo, Melgaço, distrito de Viana do Castelo, vai ser reforçada esta tarde com um grupo de mergulho forense, disse fonte da Polícia Marítima

O comandante da Capitania do porto de Caminha, Pedro Costa, afirmou que a partir das 14h00 e até às 17h00 estará no rio uma equipa de mergulho forense, proveniente de Lisboa. Desde cerca das 08h00 que a polícia tem "equipas por terra e na água" a procurar o pescador, cujo alerta do desaparecimento foi dado no sábado à noite.

"Temos na água uma embarcação da Polícia Marítima de Caminha e uma outra da Armada espanhola" e em terra "elementos nas duas margens do rio, do lado português e do lado espanhol", disse o comandante. Nas margens do rio, "uma área acidentada, difícil", as buscas estão a ser feitas numa extensão de cerca de 500 metros do local onde se encontrou o ponto de pesca (pesqueira) do desaparecido, mas não sendo encontrado "qualquer vestígio, a área será aumentada", referiu o comandante.

Questionado sobre o intervalo de tempo definido para a intervenção dos mergulhadores prevista para esta tarde, Pedro Costa explicou que o mesmo está relacionado com o caudal do rio, estando previsto que a barragem de Frieira, em Espanha, reduza as suas descargas de água entre as 14h00 e as 17h00 para assim "potenciar o mergulho em segurança".

Segundo a agência Efe, a Agência de Emergência da Galiza, em Espanha, ativou o protocolo de colaboração transfronteiriça ARIEM 112 para tentar localizar o pescador desaparecido no rio Minho. A Efe refere que está também prevista para esta tarde a incorporação de uma unidade de mergulhadores do Comando Naval na operação.

O comandante Pedro Costa referiu ainda que o trator do pescador foi encontrado ainda no sábado no caminho de acesso ao local onde colocou a sua pesqueira. A Autoridade Nacional de Proteção Civil informa no seu site na internet que estão envolvidos nas buscas 15 operacionais e quatro viaturas.

  • Mergulhadores espanhóis e forenses nas buscas por pescador no rio Minho

    A Polícia Marítima confirmou à SIC que já estão a ser efetuados os primeiros mergulhos à superfície com uma equipa de mergulhadores espanhóis, que foram os primeiros a chegar a local. Durante a tarde deste domingo, deve chegar ao local a equipa de mergulhadores forenses de Lisboa para ajudaram nas operações de busca ao pescador que desapareceu este sábado à noite, em Alvaredo, concelho de Melgaço.

  • Buscas por pescador desaparecido no rio Minho ainda sem sucesso

    Prosseguem as buscas para encontrar o pescador desaparecido desde a noite de Sábado da zona de Alvaredo, no concelho de Melgaço, no distrito de Viana do Castelo. Às primeiras horas da manhã começavam as operações de busca no rio Minho. No local estão ainda 15 operacionais e quatro viaturas.