Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Vídeo: militares portugueses em “operação de risco” na República Centro-Africana

Forças Armadas divulgam imagens de uma “operação de risco” das tropas portuguesas deslocadas na República Centro-Africana

Os militares portugueses integrados nos capacetes azuis da ONU na República Centro-Africana anunciaram ter recuperado um drone utilizado pelas Nações Unidas em missões de reconhecimento e vigilância na região, que caíra durante uma operação "numa área inóspita e inacessível".

A recuperação do drone, no final de março, obrigou a uma operação conjunta dos militares portugueses com meios aéreos e terrestres de outros capacetes azuis franceses e da aviação do Paquistão e do Sri Lanka. A acção foi filmada e as imagens foram divulgadas agora pelo Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA)

Em comunicado divulgado este fim de semana, o EMGFA explica que esteve em causa uma "operação complexa e de risco, de elevada exigência física e técnica", planeada ao longo de duas semanas, devido à dificuldade de chegar ao "local inóspito no interior da floresta, densamente arborizada e totalmente em estado selvagem", onde o drone caíra, a mais de 300 quilómetros da capital Bangui.

Os militares deslocaram-se a pé, carregando todo o material necessário à missão, incluindo explosivos. Ao fim de dois dias de missão, foi possível recuperar o drone.