Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Chefe mas pouco (ou o fabuloso destino do homem que apenas quer ser cozinheiro)

TIAGO MIRANDA

Vítor Sobral é o principal responsável pela modernização da cozinha portuguesa. Com ele, os pratos tradicionais tornaram-se mais sofisticados e a cozinha ganhou ambição. A mesma ambição que guia Cristiano Ronaldo. Depois de ter conquistado Portugal, viajado para o Brasil e Angola, o seu grande sonho é abrir um restaurante numa grande capital europeia

Nelson Marques

Nelson Marques

Texto

Jornalista

Tiago Miranda

Tiago Miranda

Fotos

Fotojornalista

Vítor Sobral não quer ser chefe — um dos muitos chefes mediáticos que pululam por aí — e quer ser apenas o cozinheiro que, aos três anos, ajudava a mãe a untar as formas de bolos durante épocas festivas.

Para ler o artigo na íntegra, clique AQUI