Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Um manifestante em chamas na Venezuela: está escolhida a melhor foto do ano

Ronaldo Schemidt recebeu esta noite o prémio

EMMANUEL DUNAND/ Getty Images

Estavam a concurso no World Press Photo mais de sete mil fotografias tiradas por 4548 fotógrafos

José Víctor Salazar Balza, 28 anos, em chamas na sequência dos violentos confrontos com a polícia durante os protestos contra o Presidente Nicolás Maduro, em Caracas, Venezuela”. Esta a é descrição da imagem que ficou eternizada a 3 de maio de 2017. O responsável? O fotógrafo Ronaldo Schemidt, que esta quinta-feira foi distinguido com o World Press Photo 2018.

Schemidt trabalha para a AFP, começou como freelancer e, em 2006, juntou-se à equipa da agência na Cidade do México. “Desde então, cobre sobretudo as áreas de desporto, conflitos sociais e violência no negócio do tráfico de droga”, lê-se na página da competição.

A cerimónia de entrega dos prémios de fotografia aconteceu esta noite em Amesterdão. Estavam a concurso 73044 fotografias tiradas por 4548 fotógrafos de 125 países.