Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Portugal regista 2ª maior subida do número de mortes nas estradas da UE

Sean Gallup / Getty Images

Chipre foi o país com maior taxa de mortes registadas no bloco e Portugal vem logo a seguir, com uma subida de 14% de casos. No entanto, em comparação com 2010, as mortes nas estradas nacionais recuaram 31%

O número de mortes nas estradas portuguesas subiu 14% em 2017 face ao ano anterior, a segunda maior subida registada na União Europeia (UE), cuja média desceu 2%, segundo dados esta terça-feira divulgados pela Comissão Europeia.

De acordo com dados preliminares de 2017 divulgados esta terça-feira por Bruxelas, a média de mortes em acidentes rodoviários aumentou 14% de 2016 para 2017 -- a segunda maior subida entre os Estados-membros, depois de Chipre (15%) -, mas diminuiu 31% quando comparada com dados de 2010.

Já na média europeia registou-se um recuo de 2% face ao ano anterior e de 20% na comparação com 2010.

Em 2017, morreram em média 62 pessoas por milhão de habitantes em Portugal (na UE essa média foi de 49 por milhão), enquanto no ano anterior tinham sido 54 os óbitos (UE 50).

Em 2010, o número médio de vítimas mortais nas estradas portuguesas foi de 80 por milhão e na UE de 63 por milhão de habitantes.

A Suécia (25 mortes por milhão de habitantes), o Reino Unido (27), a Holanda (31) e a Dinamarca (32) comunicaram os melhores resultados em 2017.

Em relação a 2016, a Estónia e a Eslovénia comunicaram a maior diminuição do número de vítimas mortais, respetivamente, -32% e -20%.