Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Acidente com autocarro no IP2 faz um morto e dezenas de feridos

O despiste aconteceu entre o nó de Arez e a Barragem do Fratel, perto de Nisa, distrito de Portalegre

O despiste de um autocarro no IP2 no concelho de Nisa, distrito de Portalegre, provocou um morto e vários feridos, confirmaram fontes da GNR de Portalegre e da Proteção Civil.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou “profundamente o acidente de autocarro com jovens estudantes ocorrido perto de Nisa”, no distrito de Portalegre, que fez um morto e dezenas de feridos, dizendo-se “desolado”.

Em mensagem publicada na página da internet da Presidência, o chefe de Estado, que se encontra em França, enviou “as mais sinceras condolências à família enlutada e aos amigos do jovem tão tragicamente desaparecido”, desejando “rápida recuperação a todos os feridos”.

Ao contrário do que tinha sido noticiado anteriormente, foi entretanto confirmado que não há feridos graves em resultado deste acidente. Isto mesmo foi assegurado pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, que se deslocou ao local. Também a vítima mortal terá 18 anos e não 20, como tinha sido divulgado anteriormente.

No Hospital de Abrantes deram entrada 13 feridos, um deles inicialmente considerado em estado grave: uma rapariga de 18 anos com suspeita de traumatismo craniano mas a jovem está consciente e estável e os exames feitos “não demonstraram lesões graves”, garantiu o secretário de Estado.

A diretora clínica do hospital, Cristina Gonçalves,também confirmou que “já não há feridos graves” no Hospital de Abrantes.

Segundo o Fernando Araújo, os doze feridos ligeiros que deram entrada naquele hospital poderão ter alta nas próximas horas.

O mesmo responsável disse ainda que os 16 feridos, entre eles o motorista do autocarro, transferidos para Portalegre e os quatro conduzidos para Castelo Branco apresentam todos ferimentos ligeiros.

As operações de remoção do autocarro - que pertence à empresa Turicorvo - envolvido no despiste de hoje no Itinerário Principal 2 (IP2), já começaram, disse ainda à Lusa fonte da GNR.

A mesma fonte precisou que o despiste ocorreu no Itinerário Principal 2 (IP2), entre o nó de Arez e a Barragem do Fratel.

Ao Expresso, fonte da GNR de Portalegre adiantou que o autocarro transportava jovens que vinham de uma excursão em Espanha e que se dirigia para a Covilhã. A maioria dos 48 ocupantes do autocarro têm entre 18 e 23 anos e residem na Covilhã e em Belmonte, segundo informações divulgadas pela agência Lusa.

De acordo com a página oficial da Proteção Civil, o acidente ocorreu pelas 17:56, na freguesia de Arez e Amieira do Tejo, concelho de Nisa, e no local, pelas 20h55, estavam ainda 41 veículos, 96 operacionais.

Segundo o comandante distrital de operações de socorro de Portalegre, Rui Conchinha, o acidente aconteceu em “condições adversas” e numa zona com ”muita sinistralidade”. O autocarro despistou-se e fez um capotamento lateral, precisou aquele responsável.

Questionado sobre as causas do acidente, o comandante distrital de Portalegre disse que as "equipas de peritos da Brigada de Trânsito estão no local a fazer a respetiva peritagem e só eles é que se poderão pronunciar nesse sentido".

[Notícia atualizada às 22h49]