Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Homem estaria a terminar o turno na estação de serviço de Vendas Novas quando foi esfaqueado mortalmente

A vítima tinha 52 anos e era funcionário da bomba de combustível e o suspeito do homicídio tem 34

A vítima é um homem de 52 anos e era funcionário da bomba de combustível da estação de serviço situada no sentido Marateca-Évora da Autoestrada 6 (A6), no distrito de Évora, e estaria a sair de um turno de trabalho, precisou a fonte do Comando Territorial de Évora da GNR.

Já o suspeito de ter esfaqueado a vítima é um homem de 34 anos, que foi detido "em flagrante delito, sujo de sangue e com uma faca com ele" no local do crime e por uma patrulha da GNR que estava a patrulhar a A6, disse a fonte.

A fonte da GNR disse que se desconhecem, por enquanto, os motivos do homicídio, que está a ser investigado pela Polícia Judiciária.Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora indicou que o alerta para o homicídio com uma arma branca foi dado perto das 08:00.

As operações de socorro envolveram 10 operacionais e cinco veículos dos Bombeiros de Águas de Moura, da GNR e da PJ e a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Hospital de São Bernardo, em Setúbal.

Com Lusa