Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Saiba como evitar que as aplicações acedam aos seus dados no Facebook

Dan Kitwood / Getty Images

Mark Zuckerberg prometeu mudanças para melhorar a política de privacidade do Facebook. Por enquanto, o melhor que tem a fazer é verificar quais as aplicações que estão ligadas à rede social, podendo optar por removê-las

O acesso aos dados pessoais que colocamos nas redes sociais sempre deram origem a dúvidas. Por vezes não nos lembramos de ter colocado um 'like' numa página de uma empresa ou de uma comunidade no Facebook, mas o certo é que essas marcas aparecem depois no nosso feed. Contudo, foi o escândalo que envolve o Facebook e a Cambridge Analytica, divulgado este fim de semana pelos jornais “The New York Times” e “The Observer”, que fez disparar os alarmes.

Se o Facebook permitiu que esta empresa de análise de dados acedesse indevidamente a informações de 50 milhões de utilizadores da rede social com vista a influenciar as eleições dos EUA, em 2016, o que podemos fazer para evitar uma situação semelhante. Afinal, temos ou não garantida a privacidade dos dados? Quem e como é que tem acesso às nossas informações privadas? O debate está aberto e vários responsáveis já exigiram explicações ao Facebook.

DR

Esta quarta-feira, Mark Zuckerberg reconheceu a falha e garantiu que vão ser analisadas todas as aplicações que tiveram acesso a uma grande quantidade de informação dos utilizadores. O fundador desta rede social prometeu também mudanças no futuro. Por enquanto, o melhor é verificar as definições de privacidade e descobrir que apps tem na sua conta do Facebook.

Para saber quais são as aplicações que têm acesso aos seus dados tem duas opções: ir às 'Definições' e depois escolher o separador 'Apps' do lado esquerdo ou clicar neste link direto. Nessa altura, poderá bloquear cada uma das aplicações que estão ligadas ao Facebook ou mesmo apagá-las.