Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Português assume presidência de associação europeia de agricultura de regadio

José Núncio assume esta terça-feira a presidência da nova organização europeia Irrigants d'Europe, criada para defender a importância do regadio na produção de alimentos e desenvolvimento rural

O líder da Federação Nacional de Regantes, José Núncio, assume esta terça-feira a presidência da nova organização europeia Irrigants d'Europe (IE - Regantes da Europa), criada para defender a importância do regadio na produção de alimentos e desenvolvimento rural.

Segundo um comunicado da IE, a organização é criada para "desenvolver estratégias de médio e longo prazo que despertem a consciência para o papel vital da agricultura de regadio no bem-estar, saúde e progresso dos europeus".

A Irrigants d'Europe representa 75% da área de regadio na Europa (7,7 em 10,2 milhões de hectares).

Os seus membros fundadores são associações de regantes dos Estados-membros onde o regadio é mais relevante: Associazione Nazionale Consorzi di Gestione e Tutela del Territorio e Acque Irrigue (ANBI, Itália), Federación Nacional de Comunidades de Regantes (Fenacore, Espanha), Irrigants de France (França) e - Federação Nacional de Regantes de Portugal (Fenareg, Portugal). Esta última entidade assume a presidência da IE.

Segundo o comunicado, o uso da água na agricultura é um fator chave para o crescimento económico e a fixação das populações nas zonas rurais europeias, sobretudo nos países afetados por fenómenos de seca prolongada, do Sul da Europa.

Para a associação, a irrigação e a gestão da água são aspetos cruciais para uma agricultura sustentável, destacando que o setor da agricultura de regadio "é um dos mais inovadores e tecnologicamente avançados da Europa".