Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Incêndios de outubro foram os piores do mundo em 2017

rui duarte silva

Comissão técnica independente entrega no final da tarde o relatório sobre os incêndios que devastaram cerca de 240 mil hectares entre 14 e 16 de outubro de 2017. Nunca tinha ardido tanto em tão pouco tempo nesse ano no mundo inteiro

Carla Tomás

Carla Tomás

Jornalista

O relatório sobre os piores incêndios de 2017 no mundo vai ser esta tarde conhecido. Entre 14 e 16 de outubro de 2017 arderam 241 mil hectares em Portugal, segundo dados do Sistema de Informação de Fogos Florestais da União Europeia (EFIS), o que equivale a cerca de metade da área total ardida no ano passado. Nunca tinha ardido tanto em tão pouco tempo em toda a Europa. E em 2017 mais nenhum país do mundo assistiu a um consumo tão vasto e rápido de território.

O documento produzido pelos 12 peritos da Comissão Técnica Independente, coordenada por João Guerreiro, vai ser entregue no Parlamento pelas 17h30 desta terça-feira.

Num só dia, 15 de outubro, deflagaram meio milhar de fogos que afetaram de forma devastadora 27 concelhos da região Centro, provocando 48 mortos, cerca de 70 feridos e destruindo perto de duas mil casas, fábricas e explorações agrícolas.