Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

“Nós pensamos que o casamento nos muda, mas de facto o que nos muda é ser pai...”

DR

São blogues diferentes, mas com uma coisa em comum: o filho é o protagonista. Os pais partilham na internet como é a experiência do primeiro filho, com todas as inseguranças, incertezas e sucessos que ela acarreta. E, tal como outros pais que decidiram fazer o mesmo online, servem de exemplo e inspiração para outras famílias. No Dia do Pai, o Expresso conta as histórias de dois deles: “O Melhor Pai do Mundo“ e “A Pitada do Pai”

Mariana Espírito Santo e Sâmia Fiates (texto e vídeo)

Márcio Pedro Nogueira não nasceu ensinado a ser pai. Quando descobriu, em viagem com a mulher, que ia ter um filho, sentiu-se feliz mas também inseguro. Por isso, fez um curso de preparação para o parto. "Foi fundamental para que pudesse tirar alguns medos", conta. Encontraram outros casais na mesma situação e viram que os receios eram parecidos.

Começou a escrever as suas experiências e histórias, que enviava por email aos amigos e família. As reações eram positivas e Márcio já se sentia confortável nesse papel de pai, por isso decidiu começar a partilhar as histórias também na internet.

Intitulou o blogue "O Melhor Pai do Mundo", porque acredita que todos podem sê-lo para os seus filhos. Com as histórias que publica pretende mostrar as suas virtudes e defeitos. "Não tento explicar a forma correta, só a minha forma.”

O blogue foi crescendo e Márcio decidiu expandi-lo para outras plataformas. Uma delas é o Youtube, porque sentiu necessidade de associar uma cara à alcunha "O Pai", com a qual assina os textos. O filho gosta de participar nos vídeos, principalmente a dar ideias. "Ele é o argumentista", afirma Márcio.

No vídeo gravado exclusivamente para o Expresso, os papéis inverteram-se e foi o pai a fazer as perguntas.

Os textos que escreve partem quase sempre de uma pergunta. "As crianças realmente têm muita tendência para questionar o mundo à sua volta, e algumas dúvidas são mais fáceis de responder do que outras", reflete. Recebe comentários de pais que viveram situações semelhantes às que conta, e de mães que têm uma perspetiva diferente.

Pai na cozinha

Combinar texturas, cores e materiais faz parte da rotina do engenheiro Rui Marques, não só na profissão, mas também na cozinha. Aromas, sabores e todas as possibilidades que os alimentos apresentam, harmonizam-se em pratos saudáveis e atrativos para o filho, Lourenço, de 2 anos. O pai já comandava a cozinha da casa antes, mas foi com a vinda do primeiro filho que o casal passou a preocupar-se mais com a alimentação saudável.

Desde então Rui Marques perdeu quase 20 kg. Menos açúcares, mais frutas e legumes, de preferência biológicos, são alguns dos hábitos adotados pela família. Em 2016 o engenheiro começou a partilhar as receitas no blogue “A Pitada do Pai”, que acabaram por ir parar ao Youtube, e, mais recentemente, resultaram num livro com o mesmo título. “O Lourenço adora cozinhar. Quando vê que vamos fazer alguma receita, corre logo e busca o banquinho para nos ajudar”, garante Rui.

Entre as receitas do blogue, Rui Marques partilha pensamentos, conselhos e histórias em família. “Já aconteceu ter um prato pronto para tirar a fotografia e ele meteu o dedo e tirou um pedaço do bolo. E a foto ficou mesmo assim, é a verdade.” O pai reconhece que a relação entre mãe e filho é imediata, mas diz que construir os próprios laços com o filho, pouco a pouco, “é fantástico”. “Nós pensamos que o casamento nos muda, mas de fato o que nos muda é ser pai.”

Trabalho publicado na edição do Expresso Diário de 16/03/2018