Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Morte de Marielle Franco “não foi um assassinato mas uma execução planeada”

O assassinato da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, continua a indignar o mundo. No Brasil, os dias têm sido marcados por protestos, com milhares de pessoas a saírem à rua para homenagear a ativista. Miguel Sousa Tavares considera que Marielle Franco não foi assassinada mas vítima de "uma execução planeada". O comentador SIC diz ainda temer que "o Brasil caminhe para uma situação de descontrolo que justifique aos militares uma nova golpada".