Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Ministério Público pede até cinco anos de prisão para Miguel Macedo

Foto Fernando Veludo / NFactos

Procurador do Ministério Público encarregado do caso admite que a pena possa ser suspensa

O Ministério Publico pediu esta segunda-feira a condenação do ex-presidente do Instituto Registo e Notariado, António Figueiredo, a uma pena de até oito anos de prisão no processo Vistos Gold, e para o ex-ministro Miguel Macedo uma pena de até cinco anos.

Nas alegações finais do julgamento, o procurador do Ministério Público (MP) deu como provados os crimes de que António Figueiredo estava acusado, pedindo ainda, como pena acessória, a suspensão de funções públicas durante dois a três anos.

Para os restantes arguidos, incluindo o ex-ministro da Administração Interna Miguel Macedo, o procurador José Nisa pediu que fossem condenados a uma pena única não superior a cinco anos de prisão, admitindo, contudo, que esta possa ser suspensa na execução.

A exceção foi para o empresário Jaime Gomes para quem pediu prisão efetiva.