Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

DGS confirma duas pessoas infetadas com sarampo. Há mais casos sob suspeita

Os casos foram identificados no norte do país e “aparentemente não estão relacionados”. Os dois homens não estão vacinados

A Direção-geral da Saúde (DGS) confirmou, esta terça-feira, a existência de dois casos de sarampo no norte do país, estando um deles já “clinicamente curado”. Em comunicado, avança ainda que “estão em investigação outros doentes com sinais e sintomas clínicos” da doença.

“Foram notificados na Região Norte 2 casos de sarampo, aparentemente não relacionados, confirmados laboratorialmente em adultos não vacinados”, lê-se no comunicado divulgado pela DGS.

O primeiro infetado é um homem de 27 anos, cujo sintomas começaram no final do mês de fevereiro. Está curado. O segundo é também um homem, 43 anos, e os sintomas surgiram há uma semana. Está internado e “clinicamente estável”. Aparentemente, os casos não estão relacionados e está em curso “a investigação para apurar a possível origem da infeção.”

Na quarta-feira, o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge vai concluir e confirmar os resultados dos outros casos suspeitos que apresentam “sintomas clínicos, de início súbito, incluindo exantema (erupção cutânea), dores musculares e cansaço”.

A Direção-Geral da Saúde e a rede de Autoridades de Saúde, em colaboração com o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge e com os profissionais de saúde, estão a acompanhar a evolução da situação de acordo com o previsto no Plano de Contingência”, informa a DGS.