Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Autoridades preparadas para eventual derrame de combustível do navio encalhado no Tejo

A Autoridade Marítima admite que o "Betaznos", navio encalhado na foz do Tejo desde terça-feira, possa sofrer danos estruturais devido à agitação marítima. O comandante da capitania do Porto de Lisboa, Coelho Gil, diz que há equipas e material a postos caso seja detetada um derrame de combustível. O navio espanhol tem 160 toneladas de combustível a bordo. 

O navio de bandeira espanhola, com 10 tripulantes a bordo, encalhou na madrugada de terça-feira, cerca das 1:00, à saída da barra de Lisboa, após uma falha total de energia e da tentativa de fundear. As tentativas de desencalhe realizadas logo na terça-feira e, depois, na quarta-feira e quinta-feira, foram infrutíferas.

A operação de resgate da tripulação do navio encalhado junto ao Bugio, na foz do rio Tejo, foi concluída durante a tarde de quinta-feira, por um helicóptero da Força Aérea Portuguesa.

Os 14 elementos da tripulação, dez da tripulação e quatro elementos técnicos, que foram resgatados por um helicóptero da Força Aérea Portuguesa.