Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Obras urgentes na 25 de Abril levaram seis meses a ser autorizadas pelo Governo

O concurso público vai ser lançado este mês pela Infraestruturas de Portugal. Seis meses depois do pedido ter sido feito, o Governo autoriza a verba de 18 milhões de euros para os trabalhos urgentes de manutenção.De acordo com um relatório do LNEC, Laboratório Nacional de Engenharia Civil, que a revista Visão teve acesso, a ponte apresenta fissuras, parafusos sem aperto e brechas.


De acordo com o documento, o perigo é iminente mas o Ministério das Finanças
demorou meio ano a autorizar a libertação dos 18 milhões de euros para a obra de manutenção.

O relatório que não afasta os riscos de colapso no tabuleiro rodoviário e por dentro do qual circulam os comboios.

A infraestruturas de Portugal, empresa pública que gere a segurança da ponte,
vai lançar um concurso público internacional, e as obras começam a partir do momento que a obra for adjudicada.

Os trabalhos serão executados à noite e aos fins-de-semana e deverão demorar dois anos.