Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Jornal de maior circulação do Brasil deixa de publicar conteúdos no Facebook

Justin Sullivan/GETTY

A decisão da “Folha de S.Paulo” não impedirá, contudo, que os leitores continuem a partilhar conteúdos do jornal nas suas páginas pessoais do Facebook

O jornal brasileiro “Folha de S.Paulo”, que tem a maior circulação do país, informou esta quinta-feira que deixará de publicar conteúdos no Facebook, um mês após a rede social diminuir a visibilidade do jornalismo profissional nas páginas dos utilizadores.

"As desvantagens de utilizar o Facebook como um caminho para essa distribuição ficaram mais evidentes após a decisão da rede social de diminuir a visibilidade do jornalismo profissional nas páginas" dos seus utilizadores, destaca a empresa numa nota divulgada esta quinta-feira.

A decisão já está em vigor mas não impedirá que os leitores continuem a partilhar conteúdos do jornal nas suas páginas pessoais do Facebook.

Na nota, a “Folha de S.Paulo” justifica que as mudanças promovidas pela rede social "reforçam a tendência de o utilizador consumir cada vez mais conteúdo com o qual tem afinidade, favorecendo a criação de bolhas de opiniões e a propagação de fake news [notícias falsas]".

"Além disso, não há garantia de que o leitor que recebe o link com determinada acusação ou ponto de vista terá acesso também a uma posição contraditória a essa", avalia o jornal.

"Esses problemas foram agravados nos últimos anos pela distribuição em massa de conteúdo deliberadamente mentiroso, as chamadas fake news, como aconteceu na eleição presidencial dos EUA em 2016", acrescentou.

O jornal brasileiro diz ter compilado dados que indicam que em janeiro o volume total de interações obtidas pelas 10 maiores páginas de jornais brasileiros no Facebook registaram uma queda de 32% face ao mesmo período de 2017.

"Com a queda do alcance das páginas, o Facebook perde espaço como fonte de acessos a sites de jornalismo", refere a nota.

A empresa brasileira destaca ainda que tem atualmente 5,95 milhões de seguidores no Facebook, sendo o maior jornal brasileiro nesta rede social.

A “Folha de S.Paulo” manterá perfis atualizados diariamente noutras redes sociais, como o Twitter (onde tem 6,2 milhões de seguidores), o Instagram (727 mil) e o Linkedin (726 mil).