Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Hugo Figueiredo substitui Nuno Artur Silva na RTP

Com esta aprovação fica apenas por definir quem vai chefiar a área financeira

O antigo presidente da Público SA e ex-diretor de Marca e Comunicação da NOS Hugo Figueiredo vai ser o próximo administrador da RTP com o pelouro dos conteúdos. O nome proposto pelo presidente Gonçalo Reis foi esta quinta-feira aprovado pelo conselho geral independente da RTP. Ainda não se sabe quem vai ficar com o pelouro financeiro.

Com esta aprovação fica apenas por definir quem vai chefiar a área financeira no próximo triénio, apesar de já ter sido proposta “uma personalidade cuja designação foi submetida, nos termos da lei, ao parecer prévio e vinculativo do Ministro das Finanças”, informa a CGI em comunicado. O conselho de administração continuará a ser presidido por Gonçalo Reis, o único elemento da administração cessante que se manterá em funções.

Hugo Figueiredo ocupará assim a vaga criada pela não recondução de Nuno Artur Silva no cargo de administrador responsável pelos Conteúdos. Uma decisão que gerou alguma polémica – e que o administrador cessante diz ter resultado de "uma campanha difamatória reles" –, mas que o CGI justificou, no final de janeiro, com a "irresolução do conflito de interesses" entre a posição de Nuno Artur Silva como administrador da RTP e o facto de continuar proprietário, em simultâneo, da empresa Produções Fictícias.

Hugo Figueiredo foi quadro da Sonae entre 2000 e 2016, tendo entrado na empresa para assumir a presidência da Público SA, holding que explora o jornal "Público". Em 2008 transitou para a direção de Marketing Central da operadora Optimus, passando em 2013 para o cargo de director de Marca e Comunicação da NOS, após a fusão entre a ZON e a Optimus.

Em maio de 2016, Hugo Figueiredo acordou a sua saída dos quadros da Sonae. Além de administrador e presidente da direção do “Público”, esteve na administração da Rádio Nova e desempenhou funções de direção na NOS e Optimus. Foi vive-presidente da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC). Atualmente, é professor de Comunicação na Porto Business School.