Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Quer uma casa na Sardenha por um euro?

Marka

Parece mentira, mas não é. Até dia 7 de fevereiro, há 200 casas abandonadas em Ollolai, na Sardenha, a ser vendidas a um euro. A iniciativa obedece a um programa que quer repovoar o lugar

A Sardenha é uma ilha italiana conhecida pela sua beleza e qualidade de vida. É também um local que não é barato, pode acrescentar-se. Mas o leitor pode tornar-se proprietário de uma casa na Sardenha muito mais facilmente do que imagina. Basta que contacte as autoridades de Ollolai, uma pequena cidade nas região das montanhas de Barbagia, e manifeste interesse por uma das 200 casas abandonadas que o município pôs à venda por um euro, cada.

John Greim

São casas de pedra, de traça tipicamente da Serdenha, algumas delas com dois séculos de História. O único compromisso que os compradores têm de fazer é investirem pelo menos 20 000 euros em obras de reconstrução, até três anos. O que continua a ser um luxo – afinal, uma casa histórica na Sardenha por 20.001 euros continua a ser de borla.

As motivações por trás desta iniciativa são fáceis de entender: em 50 anos, a população desta cidade encolheu de 2250 para 1300 habitantes – e os que por lá se mantêm não a querem ver desaparecer. Por isso, o presidente de câmara, Efiso Arbau, teve esta ideia. "Temos origens pré-históricas", contou. "O objetivo é resgatar as nossas tradições únicas para que não caiam no esquecimento. O orgulho do passado é a nossa força. Não permitiremos que a nossa cidade morra", explicou.

De Agostini Picture Library

Até agora, foram vendidas três casas e outras 100 foram requisitadas por possíveis compradores. Esta pequena cidade tem como motor da economia a atividade artesanal, agrícola e de pasto, sendo o queijo de ovelha Casu Fiore Sardo um dos seus ex-líbris. E se a sua próxima casa de férias fosse na Sardenha? Pense nisso...