Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Fortaleza: 14 mortos em tiroteio em festa privada

Grupo armado invade festejos de rivais e provoca a “maior chacina da história do Ceará”

O primeiro balanço dá como certos 14 mortos, todos numa festa privada na cidade brasileira de Fortaleza. Um grupo armado entrou esta sexta-feira no local, ferindo ainda outras seis pessoas, duas em estado grave. As autoridades locais falam na "maior chacina da história do Ceará".

Segundo a imprensa local, o tiroteio aconteceu ao final da noite (hora local, já madrugada em Lisboa) quando um grupo de homens armado entrou na festa de uma fação rival, disparando em várias direções. Aconteceu no bairro Cajazeiras, perto do estádio Arena Castelão, e contam os moradores que a troca de tiros demorou cerca de 40 minutos.

Os atiradores estavam equipados com coletes à prova de bala e no final do tiroteio cantaram um cântico da fação rival, disparando para o ar à medida que iam abandonando o local.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, afirmou já este sábado que a ação foi planeada e organizada e que “não há perda de controlo”.