Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Explosão de Tondela faz 10ª vítima mortal

A vítima, um homem “com mais de 50 anos de idade”, estava internada na Unidade de Queimados do Hospital da Prelada desde 14 de janeiro, na sequência do incidente da véspera, em Tondela

Um homem morreu este sábado no Hospital da Prelada, no Porto, na sequência do incêndio do dia 13, em Tondela, elevando para dez o número de vítimas mortais, disse à Lusa fonte da Misericórdia do Porto, entidade que gere aquela unidade.

O homem, que estava internado no Hospital da Prelada, na sequência do incêndio em Vila Nova da Rainha, faleceu hoje, informou à agência Lusa fonte do gabinete de comunicação da Santa Casa da Misericórdia do Porto.

A vítima, "com mais de 50 anos de idade", estava internada na Unidade de Queimados do Hospital da Prelada desde 14 de janeiro, refere a Misericórdia do Porto, num comunicado.

O homem "faleceu esta manhã em falência multiorgânica", acrescenta o mesmo comunicado, explicando que desde sexta-feira que se registava "um agravamento do seu estado geral, não tendo respondido a todas as medidas de suporte que lhe foram instituídas pela equipa médica".

O incêndio do dia 13 de janeiro, que deflagrou numa associação recreativa de Vila Nova da Rainha, concelho de Tondela, provocou nesse dia oito mortos e 38 feridos, entre graves e ligeiros, de acordo com fonte do Ministério da Saúde.

Um ferido grande que estava internado no Hospital de São João, no Porto, acabou por morrer a 17 de janeiro, elevando para nove o número de vítimas mortais do sinistro, que agora é atualizado para dez, com a morte de mais um ferido que estava internado.