Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Praga de ratos fecha até segunda-feira duas escolas em Lisboa

“Para já, não sabemos explicar [como aconteceu]”, diz ao Expresso Helena Lencastre, vogal da educação da Junta de Freguesia de Belém

A Escola Secundária do Restelo e a Escola Básica (EB) 1 de Caselas, em Lisboa, fecharam portas esta quinta-feira, ao início da tarde, para aí se proceder a uma desratização, disse o diretor do Agrupamento de Escolas do Restelo.

Os estabelecimentos vão manter-se encerrados até segunda-feira, inclusive, de acordo com a necessidade imposta para cumprimento do período de "quarentena e resguardo".

“Os peritos estão no local para cumprir os devidos procedimentos e para avaliar a origem do problema. Para já, não sabemos explicar”, diz ao Expresso Helena Lencastre, vogal da educação da Junta de Freguesia de Belém.

Há cerca de um mês foi detetada uma situação com roedores e na altura relacionou-se o seu aparecimento com uma determinada palmeira, explica ainda a vogal, acrescentando que no que à área exterior da escola diz respeito, a intervenção é da responsabilidade da câmara municipal.

A EB1 de Caselas funciona atualmente num polo instalado em terreno da escola secundária, adianta Helena Lencastre.