Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

MAI dá ordem de reabertura da discoteca Urban

Foto António Pedro Santos / Lusa

Ministro da Administração Interna determinou esta quinta-feira o fim da medida de encerramento da discoteca, decretada a 3 de novembro de 201 7após terem sido divulgados vídeos de agressões à porta do estabelecimento noturno

A discoteca Urban, em Lisboa, já pode reabrir. A decisão foi tomada esta quinta-feira pelo ministro da Administração Interna (MAI), Eduardo Cabrita, depois do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP e da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) terem informado a tutela que foram implementadas as condições de segurança, e outras medidas, exigidas por essas entidades aos proprietários do espaço.

As alterações incluem a reorganização da segurança privada e questões relacionadas com o licenciamento, o sistema de videovigilância e o sistema de segurança contra incêndios, explicou ao Expresso uma fonte do MAI. O Grupo K, proprietário da discoteca Urban, foi já informado da decisão.

A medida de encerramento, decretada a 3 de novembro de 2017, foi motivada pela agressão a dois jovens, à porta da Urban, por três seguranças do espaço. O episódio foi filmado e amplamente divulgado nas redes sociais e meios de comunicação. Na altura, a decisão do ministro foi também suportada pela 38 queixas sobre a Urban Beach apresentadas à PSP desde o início de 2017, por supostas "práticas violentas ou atos de natureza discriminatória ou racista".

Inspeção a todas as discotecas nacionais

Eduardo Cabrita pediu então à Direção Nacional da PSP para realizar uma avaliação de urgência aos incidentes registados nos últimos dois anos em estabelecimentos de diversão noturna de Lisboa, para determinar o risco e reforçar, se necessário, as condições e segurança de pessoas e bens. Esta quinta-feira decidiu alargar esse levantamento a todas as discotecas nacionais, avaliação de risco que está a cargo da PSP e GNR.