Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Buscas da PJ na Fundação “O Século”

Operação policial está relacionada com crimes de peculato e abuso de poder. Não há detidos até ao momento

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

A Polícia Judiciária está a realizar buscas na Fundação “O Século” esta quinta-feira, na sede da instituição em São Pedro do Estoril, confirmou o Expresso.

De acordo com fonte próxima da investigação, a operação policial está relacionada com alegados crimes de peculato e de abuso de poder cometidos desde 2012 até à presente data.

"No âmbito destas diligências ocorreu a apreensão de documentação contabilística/financeira e de actas relevantes para o objecto da investigação", refere uma nota da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa.

Segundo o "Correio da Manhã", existem suspeitas de que os dirigentes da IPSS terão usado cartões de crédito da instituição para pagar despesas pessoais, como jantares e viagens e também a contratação abusiva de familiares dos dirigentes para cargos naquela fundação de apoio a crianças.

O processo está nas mãos da 3ª secção do DIAP de Sintra da Comarca de Lisboa Oeste coadjuvado pela da PJ/Unidade Nacional de Combate Corrupção.

Criada há nove décadas, a colónia balnear recebeu milhares de crianças desfavorecidas em São Pedro do Estoril. "Hoje, a Fundação “O Século” tem uma vasta obra social, que vai além das colónias de férias, que estiveram na sua origem", lê-se no site da instituição.