Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Autarca de Pedrógão Grande diz que EDP e Ascendi não podem ser ilibadas das mortes

O presidente da Câmara de Pedrogão Grande garante que o Plano Municipal de Defesa da Floresta estava activo no dia 17 de junho. O autarca entende que o facto de haver um novo plano da autarquia, que estava há três anos para ser aprovado pelo Instituto de Conservação da Natureza, não caduca o plano anterior. Valdemar Alves considera por isso que a EDP e a Ascendi não podem ser ilibadas das mortes, nomeadamente as da estrada nacional 236.