Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Feridos em explosão de sucata em Gaia passam de diagnóstico reservado a estável

Um dos funcionários que sofreu queimaduras graves na explosão de botijas de gás numa sucata, em Gaia, vai ser transferido para a unidade de queimados do Centro Hospitalar São João, no Porto. A segunda vítima mantém-se internada no Hospital Santos Silva

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

O Hospital Santos Silva, em Gaia, adiantou há momentos que o estado de saúde dos dois homens feridos com queimaduras graves passou a “estabilizado”. O trabalhador mais velho, de 66 sofreu, sofreu queimaduras de 60% da superfície corporal na explosão de botijas de gás na sucata Constantino, esta manhã em Pedroso, e vai ser transferido, esta tarde, para o Hospital de São João, no Porto.

O segundo, um jovem de 21 anos, ferido no mesmo acidente em Gaia, irá permanecer internado no Hospital Santos Silva, referiu ao Expresso o Gabinete de Comunicação do hospital de Gaia, sem, contudo, adiantar a extensão das lesões.