Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Fogo dominado na Pampilhosa da Serra

PAULO NOVAIS / LUSA

O incêndio continua, no entanto, a exigir a atenção de quase 600 bombeiros, apoiados por 177 veículos e dois meios aéreos, informa a Autoridade Nacional de Proteção Civil

O incêndio que deflagrou na sexta-feira à noite na Pampilhosa da Serra, distrito de Coimbra, foi considerado dominado esta terça-feira pouco depois das 11h, anuncia a página na internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Segundo a mesma fonte, o incêndio continua, no entanto, a exigir a atenção de quase 600 bombeiros, apoiados por 177 veículos e dois meios aéreos.

Hoje de manhã, o presidente da Câmara de Pampilhosa da Serra, José Brito, tinha dito à agência Lusa que o combate estava a correr bem e que o fogo tinha apenas uma frente ativa.

"Durante a noite, os bombeiros e os operacionais no terreno efetuaram um excelente trabalho e extinguiram duas das três frentes de fogo que ontem [segunda-feira] persistiam", salientou José Brito.

Uma casa, uma garagem e várias máquinas agrícolas já arderam neste incêndio, adiantou o autarca.

O fogo, que teve início pelas 23h20 de sexta-feira, em povoamento florestal próximo de Castanheiro, localidade da freguesia de Fajão e Vidual, no município de Pampilhosa da Serra, alastrou ainda ao concelho de Arganil, também no distrito de Coimbra.

O incêndio obrigou os dois municípios a ativarem o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil.

Dois bombeiros de Cantanhede ficaram feridos neste incêndio, na sequência de um acidente com um autotanque, mas já tiveram alta hospitalar.