Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Lisboa recebe galardão de ‘Melhor Porto de Cruzeiros da Europa’

TIAGO MIRANDA

“Esta distinção contribui para um melhor posicionamento do Porto de Lisboa a nível europeu e é o reconhecimento dos resultados da aposta na promoção de Lisboa enquanto destino de cruzeiros, o que muito nos orgulha e motiva para continuar a promover a excelência turística da capital portuguesa”, considerou Paula Oliveira, diretora executiva do Turismo de Lisboa

O porto de Lisboa foi hoje eleito ‘Melhor Porto de Cruzeiros da Europa’, nos World Travel Awards Europe de 2017, pela qualidade de serviços e pelas infraestruturas disponíveis para os turistas que visitam e fazem escala na cidade.

“Esta distinção contribui para um melhor posicionamento do Porto de Lisboa a nível europeu e é o reconhecimento dos resultados da aposta na promoção de Lisboa enquanto destino de cruzeiros, o que muito nos orgulha e motiva para continuar a promover a excelência turística da capital portuguesa”, considerou Paula Oliveira, diretora executiva do Turismo de Lisboa, em comunicado.

O porto de Lisboa recebeu a distinção na gala dos World Travel Awards Europe, que decorreu em São Petersburgo, na Rússia.

No ano passado, passaram pelo cais lisboeta 522 mil turistas de cruzeiros, dos quais 472 mil em trânsito.

A nível mundial, Lisboa está nomeada para ‘Melhor Destino City Break’, ‘Melhor Destino de Cruzeiros’ e ‘Melhor Porto de Cruzeiros’. As votações para estas categorias decorrem até 30 de outubro, em www.worldtravelawards.com.

Criados em 1993, os World Travel Awards reconhecem os melhores exemplos de boas práticas no setor do turismo, à escala global. A votação é realizada pelo público em geral e por mais de 200 mil profissionais de turismo, oriundos de 160 países.

Em maio, a ministra do Mar referiu que o novo terminal de cruzeiros de Lisboa, em Santa Apolónia, iria estar a funcionar durante o verão, após sucessivos atrasos.

A Administração do Porto de Lisboa informou na semana passada que este mês Ana Paula Vitorino acompanhou a chegada dos primeiros passageiros na nova infraestrutura, mas o Público noticiou que o terminal voltou a fechar no mesmo dia para conclusão das obras.

O diretor do terminal, Ricardo Ferreira, explicou que tinha sido uma “abertura beta” e que o funcionamento em pleno aconteceria “daqui a um ou dois meses”.

A nova gare/terminal de cruzeiros contempla um edifício com 13.800 metros quadrados, com capacidade para 800 mil passageiros ano, o que representa um aumento de 300 mil face aos números atuais.