Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

PT nega falhas da rede SIRESP

Luís Barra

A operadora considera que “tem cumprido e superado inequivocamente” com todos os níveis de serviço contratados pela rede SIRESP, mesmo durante os incêndios que atinjiram o centro do país em junho

A PT/Altice está convicta de que cumpriu e superou “inequivocamente” todos os níveis de serviço contratados pela SIRESP, disse esta quinta-feira em conferência de imprensa Alexandre Fonseca, chefe da Gabinete Tecnológico da empresa de telecomunicações.

“Considerando a forma empenhada como prestámos os nossos serviços, é nossa firme convicção que, como sempre até aqui, a PT tem cumprido e superado inequivocamente com todos os níveis de serviço contratados pela SIRESP, S.A. [a operadora da Rede Nacional de Emergência e Segurança]”, afirmou o responsável, salientando que o empenho da empresa, como acionista, foi de “uma disponibilidade e serenidade necessárias” e “de uma imediata prontidão na ação enquanto seu fornecedor de serviços”.

Alexandre Fonseca realçou, na conferência de imprensa realizada em Lisboa, que o Grupo PT/Altice integra dois grupos de trabalho no âmbito do aumento da resiliência e da redundância da rede SIRESP.

A PT/Altice anunciou ainda que repôs nos últimos dois meses e meio mais de 12.000 postes ardidos e mais de 1.000 quilómetros de cabos queimados por incêndios em cerca de uma centena de concelhos.

“Desde junho, tivemos no terreno mais de 1.500 pessoas envolvidas, para dar resposta rápida e eficaz à reposição dos mais de 12.000 postes ardidos e mais de 1.000 quilómetros de cabos queimados”, informou Alexandre Fonseca, chefe do gabinete tecnológico da PT/Altice, numa conferência de imprensa em Lisboa, onde fez o balanço sobre o trabalho realizado nestes últimos dois meses e meio devido aos incêndios.

De acordo com Alexandre Fonseca, as intervenções decorreram “em mais de uma dezena de distritos e perto de uma centena de concelhos”.