Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Portugal e Espanha vão ‘à farmácia’ juntos

David Clifford

Governos dos dois países vão avançar unidos para a negociação centralizada de medicamentos e outras tecnologias de saúde. O objetivo é comprar mais barato

Na segunda-feira, os ministros da Saúde de Portugal e Espanha vão assinar na capital espanhola, Madrid, uma declaração de intenções para iniciarem juntos a negociação centralizada de medicamentos. A par da compra de fármacos, o documento vai incluir o financiamento, a fixação de preços de medicamentos e de outras tecnologias de saúde, a partilha de informações e a elaboração de documentos técnicos.

A autoridade nacional do medicamento explica que “esta declaração surge no seguimento de um trabalho intenso de colaboração entre os dois países, que tem sido desenvolvido no último ano, e que tem vindo a ser adotado recentemente por outros países europeus”. O Infarmed salienta ainda que o objetivo é assegurar em simultâneo a sustentabilidade dos sistemas de saúde e o acesso aos tratamentos, incluindo aos mais inovadores.