Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Há um novo vinho, único no mundo - e é português

Chama-se Pinking e está à venda desde esta sexta-feira. É um vinho branco, cor de salmão, de Figueira de Castelo Rodrigo. Pensava-se que era um defeito da casta. Afinal, percebeu-se que é um vinho único no mundo - e é nosso.

Era uma vez um problema: uma casta de vinhos brancos que gerava vinhos cor de rosa salmão. A confusão estava lançada. Podia ser confundido com um rosé ou, pior, podia achar-se que estava estragado... O comportamento da casta Síria, espécie tipicamente portuguesa e rainha das castas brancas na Região Demarcada da Beira Interior - e especificamente na sub-região de Castelo Rodrigo -, era algo que preocupava os produtores e as adegas da zona desde o ano 2000.

Um dia, uma enóloga da região, Jenny Silva, propôs-se estudar este fenómeno e fazer dele tese de mestrado. A dissertação foi apresentada em 2014, e concluiu que "o Pinking (nome dado a este fenómeno de "pintar" as uvas brancas de rosa) resultava de "um fenómeno natural", que tornava em cor rosa-salmão os vinhos produzidos com uvas de castas brancas, nomeadamente Síria, explicou a enóloga. "Este facto está relacionado com as condições climáticas, nomeadamente a temperatura média nos dez primeiros dias do mês de outubro, que coincide com o final do processo de maturação das uvas brancas desta região".

O aparecimento do Pinking nos últimos anos também se deve à alteração da tecnologia de vinificação do vinho branco, sendo este vinificadoem condições mais redutoras (depósitos de inox, prensa pneumática, inertização de cubas e tubagens)", continua Jenny. "Este comportamento, que proporciona o aparecimento do Pinking, não é exclusivo dos vinhos desta casta, tendo sido também descrita para vinhos elaborados com castas como a Sauvignon Blanc, Chardonnay e Riesling, entre outras".

Aquilo que começou por parecer um defeito tornou-se então numa nova variedade, passíel de valorizar. Nascia uma nova categoria de vinhos. O Pinking é o "único vinho no mundo que, sendo vinificado a partir de uvas brancas, apresenta uma coloração rosa salmão no vinho final", assegura. A Adega Cooperativa de Figueira de Castelo Rodrigo pediu a patente nacional e internacional do "Pinking". A partir de 7 de julho, pode encontrá-lo nas garrafeiras, lojas gourmet, e na própria Adega da região. As 7000 garrafas à venda contêm um vinho com 13º de teor alcoólico, vinificado com "100% de uvas brancas da casta Síria", de "aroma frutado e bastante persistente na boca". "É um vinho com perfil semelhante ao dos vinhos brancos da Beira Interior, "bastante fresco e aromático".

Não se deixe enganar pela cor: não é um rosé, é um "pinking".