Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Europa: Consumo de álcool aumenta o risco de cancro

Mulheres e homens que consomem mais de quatro bebidas alcoólicas por dia ficam mais expostos ao aparecimento de cancro

“A incidência de muitos cancros do aparelho digestivo está a aumentar” na Europa, disse Michael Manns, presidente da União Europeia de Gastroenterología(UEG). Manns associa este crescimento do cancro ao consumo de álcool: Em Espanha, 15% dos tumores diagnosticados em indivíduos do sexo masculino estão relacionados com o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, de acordo com um artigo publicado no jornal “El País”.

O género influencia a quantidade de bebidas alcoólicas que cada pessoa pode consumir. Para não correrem riscos, as mulheres devem consumir menos do que um copo de vinho ou cerveja por dia, ou um copo no limite: as que consomem mais do que um copo ficam mais vulneráveis ao cancro de mama.

Os homens poderão consumir até dois copos de vinho ou cerveja por dia.

A probabilidade de ter cancro colo-retal também pode aumentar em cerca 21%, entre as pessoas que consomem bebidas álcoólicas.

O consumo também influencia a progressão da doença, e este perigo não é tão conhecido quanto deveria: “As pessoas estão habituadas a ter zonas onde é permitido fumar, por isso, não é inconcebível que venha a acontecer o mesmo com o consumo de álcool, de forma a reduzir a incidência de cancros do aparelho digestivo”, diz Rebecca Fitzgerald, especialista em cancro de esófago do Hospital Addenbrooke, Cambridge.

No Twitter, Robecca referiu que a vigilância de Barrett, usando endoscopia GI superior e biópsia, é benéfica quando utilizada no padrão aplicado ao rastreamento do cancro de cólon. "A vigilância de barret é uma perda de tempo, enquanto não for feita com um método totalmente diferente, utilizando um método não endoscópico", comenta.

Estes números pouco conhecidos servem para alertar para o perigo de consumir este tipo de bebidas.

Quem toma entre duas e quatro bebidas alcoólicas por dia, está mais exposto ao aparecimento de cancro do aparelho digestivo: pâncreas, esófago, colo-retal, estômago e fígado. A taxa de incidência de cancro na Europa é de 10%.