Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

GNR diz que “estrada da morte” não foi cortada devido a falhas nas comunicações

A Associação dos Profissionais da GNR diz que a Estrada Nacional 236-1, onde morreram 47 pessoas, não foi cortada devido à falta de meios e a falhas nas comunicações