Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Todo o país em risco elevado ou muito elevado de exposição aos raios ultravioletas

Todas as regiões do país estão hoje com risco "elevado" ou "muito elevado" de exposição à radiação ultravioleta

Todas as regiões do país apresentam hoje risco 'muito elevado' e 'elevado' de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo dados do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

À exceção dos distritos de Aveiro, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Coimbra, que estão com risco 'elevado' de exposição à radiação UV, todos os outros distritos e regiões autónomas apresentam rico 'muito elevado'.

Para as regiões com risco 'muito elevado' e 'elevado', o Instituto recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, 't-shirt', guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre menor do que 2, em que o UV é 'Baixo', 3 a 5 ('moderado'), 6 a 7 ('elevado'), 8 a 10 ('muito elevado') e superior a 11 ('extremo').

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje, nas regiões norte e centro, céu com períodos de muita nebulosidade, tornando-se geralmente muito nublado a partir da manhã.

As previsões apontam também para períodos de chuva ou aguaceiros a partir do final da manhã, que poderão ser localmente intensos a partir da tarde, com condições favoráveis à ocorrência de trovoadas.

Para a região sul, o IPMA prevê céu geralmente muito nublado, tornando-se gradualmente pouco nublado a partir da tarde no Baixo Alentejo e Algarve.

Períodos de chuva ou aguaceiros até meio da tarde, que se poderão prolongar até final da tarde no Alto Alentejo, onde há condições favoráveis à ocorrência de trovoadas.

O IPMA prevê também uma pequena descida da temperatura máxima, mais significativa no Algarve.

As temperaturas máximas previstas para hoje são de 35 graus Celsius em Faro, 32 em Braga, 26 em Lisboa e no Porto.