Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Ordem apela aos médicos que contactem autoridades no terreno

LUCÍLIA MONTEIRO

Secção do Centro pede aos clínicos que se disponibilizem para apoiar as vítimas dos incêndios florestais

É um "momento de profunda dor e consternação" e a Ordem dos Médicos "apela a todos os colegas que contactem as autoridades que estão no terreno, a fim de se prestar apoio aos que enfrentam as terríveis consequências dos incêndios florestais que dizimam a região Centro". A mensagem consta de um comunicado enviado ao final da tarde deste domingo pelos responsáveis da secção do Centro.

Na missiva, o presidente da Ordem dos Médicos na região Centro, Carlos Cortes, afirma que “se há um momento de união, este é um deles". Por isso, acrescenta: "Deixo o apelo aos colegas para que contactem a Delegação Regional do Centro do Instituto Nacional de Emergência Médica no sentido de prestar ajuda e apoio nesta grave tragédia”.

O médico apresenta ainda "as mais sentidas condolências", sublinhando que "nestas circunstâncias profundamente difíceis, os dirigentes da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos solidarizam-se com as famílias e amigos das vítimas dos incêndios florestais". A missiva aos médicos termina com um apelo: “Solidariedade, união e voluntarismo em prol dos que sofrem. Este é o momento de ajudar!”

É ainda prestado um "louvor a todos os profissionais envolvidos e que enfrentam condições tão difíceis para debelar esta tragédia humana".