Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

União Europeia anuncia reforço de meios aéreos internacionais de combate aos fogos

Marcos Borga

Além dos três aviões disponibilizados este domingo de manhã por França, Itália e Espanha disponibilizaram mais quatro aviões para ajudar no combate ao fogo que deflagrou em Pedrógão Grande e que fez pelo menos 61 mortos, segundo o mais recente balanço oficial

Num comunicado divulgado este domingo à tarde, o Comissário Europeu para a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Christos Stylianides, anunciou o reforço dos meios aéreos internacionais de apoio ao combate ao fogo que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande e que fez pelo menos 61 mortos, de acordo com o mais recente balanço oficial do número de vítimas.

“Além do apoio imediato da UE [União Europeia] disponibilizado esta manhã, está a caminho mais ajuda”, lê-se na nota publicada no site da Comissão Europeia. Assim, além dos três aviões disponibilizados por França, Itália e Espanha disponibilizaram mais quatro aviões”, no contexto do Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia

Na mesma nota, Christos Stylianides garante que Portugal “não está sozinho nestes tempos difíceis”, uma vez que a Europa “agiu rapidamente para enviar apoio concreto desde as primeiras horas”. Este apoio “vital”, lê-se no documento, “irá ajudar os bombeiros portugueses que estão a arriscar as suas vidas para conseguir controlar as chamas”.

O Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia, que permite o envio de meios aéreos de países da EU para ajudar no combate aos fogos que continuam a deflagrar no país, foi acionado a pedido das autoridades portuguesas. Numa primeira fase, Portugal pediu aeronaves de combate a incêndios, entretanto foi também feito um pedido para o envio de bombeiros. Na nota divulgada esta tarde, o Comissário Europeu encoraja os outros países “a enviar reforços para Portugal”.

Um oficial de ligação do Centro de Coordenação de Resposta de Emergência já chegou também a Portugal para ajudar a coordenar as ofertas de ajuda. Os aviões disponibilizados através do Mecanismo de Proteção Civil serão usados nas zonas afetadas, tais como Vilar, Real, Coimbra e Leira. Para além das duas aeronaves que Espanha disponibilizou através do mecanismo, o país enviou mais quatro num entendimento bilateral.