Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Novo balanço: número de mortos sobe para 62

Ministra da Administração Interna diz que as condições meteorológicas estão estáveis, mas “a humidade relativa é baixa, o que causa dificuldade no combate”

“Este é um momento de combate, de dor, de pesar e de muita solidariedade e apoio aos nossos combatentes”, afirmou esta noite Constança Urbano de Sousa no novo balanço acerca do incêndio que deflagrou este sábado em Pedrógão Grande.

A ministra da Administração Interna atualizou, cerca das 23h, o número de vítimas no incêndio: há mais uma vítima mortal, igualando assim o número de mortos ao de feridos (62).

Constança Urbano de Sousa acrescenta que o IC8 já foi reaberto, “embora apresente algumas dificuldades de circulação”. Mas há uma estrada nacional (Nacional 2) e algumas vias nas localidades que estão cortadas.

“Os operacionais estão a fazer tudo o que podem para debelar essa situação”, garante a ministra, sublinhando que a Polícia Judiciária está a concluir “todo o processo de identificação de forma muito rápida, de forma a que se possam libertar os corpos com a maior brevidade possível”.

Além de Pedrógão, a ministra adianta que existem “algumas situações difíceis na Sertã, distrito de Castelo Branco”. No distrito de Coimbra, Góis e Pampilhosa continuam com incêndios ativos. Em Góis, “tenho a informação que serão cinco”, diz. Em Pampilhosa “continua a lavrar o incêndio”.

Notícia atualizada às 23h29